Início Política MSJ- Feirantes ficam sem respostas sobre obras do Centro de Abastecimento após...

MSJ- Feirantes ficam sem respostas sobre obras do Centro de Abastecimento após reunião com a prefeitura

0

Na manhã desta terça-feira (02/06), a Prefeitura de Mata de São João, na região metropolitana de Salvador (RMS) realizou na Casa da Cultura, uma reunião com alguns feirantes para apresentar a planta baixa da obra que pretende realizar no Centro de Abastecimento da cidade.

Segundo informações, os feirantes foram convocados pelo vereador Tiago de Zezo, agora aliado do grupo do prefeito Marcelo Oliveira.

Os feirantes presentes aceitaram que a obra seja feita pelo valor proposto de R$ 5 milhões, dinheiro que será liberado para o município através de empréstimo junto à Caixa Econômica Federal.

Entretanto, o grupo destacou que precisa de mais informações sobre o projeto,ao surgirem dúvidas como: para onde eles serão relocados durante a obra, qual será o tamanho do box a ser construído e também se mostraram preocupados com a questão da segurança.

O Presidente da Câmara Municipal, Agnaldo de Lulu (DEM) compareceu na reunião e fez questão de esclarecer que a Câmara fará o que for melhor para o povo. “A Câmara não é contra o projeto, desde 2017 quando esse projeto entrou naquela Casa e aprovamos. Porém o mundo mudou, o cenário mudou. Temos que ter responsabilidade de discutir e saber se é necessário fazer isso realmente agora, em plena pandemia?”, questionou.

“Que nós somos a favor isso é claro, mesmo sabendo que ano após ano, o município teve superávit. A Câmara não se furtará em liberar esse empréstimo, se ele obedecer a todos os tramites que o próprio projeto requer, além de ouvir os feirantes. Existem vários questionamentos que precisam ser respondidos”, completou alertando.

Na oportunidade, Agnaldo convidou os feirantes e demais autoridades para participarem da Audiência Pública que será realizada nesta quinta-feira, às 10h da manhã, na Casa Legislativa, para discutir a reforma ou construção do Centro de Abastecimento de Mata.

Em resumo, nesse encontro realizado pela prefeitura, os feirantes saíram sem várias respostas e percebeu-se que na verdade, a intenção do ato era induzir os comerciantes para uma manifestação contra a Câmara, forçando assim os vereadores a aprovarem a liberação do projeto o quanto antes.

Print Friendly, PDF & Email