Início Destaque Coronel se diz que “Corte bolsonarista está com medo”

Coronel se diz que “Corte bolsonarista está com medo”

0

O presidente da CPMI das Fake News, senador Ângelo Coronel (PSD-BA), se disse surpreso com o mandado de segurança impetrado no Supremo Tribunal Federal (STF) pelo deputado Eduardo Bolsonaro, contra a prorrogação da comissão. As atividades do colegiado deveriam ser encerradas no último dia 14, mas foi prorrogada por 180 dias.

Programa Bahia Política
Programa de rádio Bahia Política

“O que me deixa atônito, surpreso, é o Eduardo Bolsonaro querer derrubar a CPMI; o irmão dele, vereador Carlos Bolsonaro, também depreciando a CPMI e seus membros. A corte bolsonarista está com medo de alguma coisa ser esclarecida”, comentou Coronel, em contato com o bahia.ba.

De acordo com o senador, a prorrogação ocorreu conforme regimento interno da Casa. O documento estabelece a exigência de requerimento, coleta de assinaturas favoráveis e leitura.

A espera agora é pelo presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), aprovar a questão de ordem que solicita a contagem da prorrogação a partir de quando haja condições para reuniões presenciais. Coronel explica que as sessões do Congresso estão sendo feitas remotamente, mas as sessões de comissões não.

“A CPMI não pode ser prejudicada”, reforçou o senador.

Antes de a pandemia do novo coronavírus suspender encontros presenciais do Senado, a CPMI das Fake News pautou a quebra de sigilos bancário, fiscal, telefônico e telemático de 52 pessoas, entre elas física e jurídica. Há ainda outros 152 requerimentos de convocação a serem aprovados, além das investigações em curso com a Polícia Federal.

Fale com a nossa redação pelo WhatsApp.

 

Print Friendly, PDF & Email