Início Destaque Internauta Cidadão – Leitor reclama da falta de acessibilidade no transporte urbano...

Internauta Cidadão – Leitor reclama da falta de acessibilidade no transporte urbano de Camaçari

0
Foto: Reprodução (Leitor do Bahia Política)

Na noite da última quarta-feira (19), a redação do Bahia Política, recebeu de leitores vídeos e imagens que mostram a situação que enfrentam os cadeirantes da cidade de Camaçari, relacionado ao transporte público municipal. Um dos cadeirantes pede que o radialista Jutan Araújo, ajude eles nessa batalha durante o programa de rádio Bahia Política, levado ao ar pelas rádios Mix Bahia FM (89,9), Terra Nova FM (91,7) e Coração FM (104,9) e também nas redes do apresentador.

“Boa tarde Jutan, estou assistindo você através do facebook, venho aqui postar esse vídeo que ocorreu hoje com uma amiga minha cadeirante. Assim como eu, a gente sofre muito com esse transporte público aqui em Camaçari. Esse empresário dono do transporte público, não vem respeitando aquilo que garante a gente da constituição das pessoas portadora de necessidade especial”, diz o leitor.

Nas imagens é possível notar uma cadeirante que tenta embarcar em um dos ônibus que roda na cidade, da empresa COOASTAC, número 1126. No vídeo, um rapaz que registra o caso com um aparelho celular, narra a situação, dizendo que o equipamento que é utilizado para a acessibilidade dos cadeirantes está com defeito, à impossibilitando de entrar no veículo.

Narrando a situação como “problema de mobilidade urbana”, o jovem pede solução e cobra providências da licitação.

A cadeirante, vítima da situação, reclama após voltar de uma fisioterapia.

“Sabe de onde que estou vindo? Estou vindo de Salvador. Fiz fisioterapia, estou cansada, com fome, desde 8h da manhã na rua. Só aqui que tem isso! Em Salvador, ando de metrô, ando de ônibus, pego ‘topic’, pego tudo!  Não tem esse problema”, complementa a cadeirante, dizendo ser o segundo já quebrado.

Bahia Link
Publicidade

O rapaz apoiando a cadeirante, complementa perguntando pelo fiscal. “Cadê o fiscal, está ali irmão? Por que não manda ele vim resolver?”

Entendendo que o problema não vem ser culpa do motorista e nem do cobrador, as pessoas defendem a categoria. O cobrador, juntamente com o motorista, explica a situação, “a gente parou para te levar, se o equipamento está com defeito, fazer o quê? Diz o cobrador.

Confira o vídeo;

Print Friendly, PDF & Email