Início Destaque Com murros, xingamentos e ameaça de morte, prefeito e ex-prefeito terminam na...

Com murros, xingamentos e ameaça de morte, prefeito e ex-prefeito terminam na delegacia

0
Foto: Reprodução (Bnews)

Um desentendimento entre o prefeito do município de Salinas das Margaridas, Wilson Pedreira, e o ex-gestor Jorge Antônio Castellucci, durante uma visita ao Ministério Público da Bahia (MP-BA), terminou com os dois na delegacia.

A motivação da visita era acomoanhar a situação dos equipamentos públicos da cidade. O ex-prefeito disse que tem observado, desde 2017, quando o mandato do colega teve início, que as obras deixadas por ele no município não receberam reparos, tendo se deteriorado. “Inauguramos uma praça, quadra poliesportiva, uma unidade básica de saúde, mas tudo se acabou por omissão do prefeito, que construiu outros equipamentos, mas não reformou os antigos”, disse ele ao Bnews.

Ainda de acordo com Jorge Antônio, os fatos foram levados ao MP-BA, por suspeita de crime de improbidade administrativa, onde houve inicio de uma investigação. A promotora Thelma Leal de Oliveira visitou nesta quarta (13) a cidade, na presença tanto do ex quanto do atual gestor, que acabaram trocando ofensas.

“Durante a visita à Unidade Básica de Saúde, eu comecei a tirar fotos do local, porque tenho feito isso para mostrar a situação de descaso. Quando eu comecei a filmar, o prefeito começou a me chamar de ladrão e partiu para cima de mim, com murros, tudo isso na frente da promotora e dos policiais que acompanharam a visita”, relatou Jorge.

O ex-prefeito também disse que, mesmo após ser afastado, Wilson Pedreira, que estava acompanhado de um dos filhos, continuou a proferir xingamentos. “Isso é crime contra a minha honra”. Os dois saíram da UBS e foram até a quadra, onde a briga permaneceu, segundo Jorge Antônio.

“Foi lá que ele me ameaçou de morte e disse que, se eu pisasse no hotel dele, iria direto para o cemitério”, contou. O ex-gestor afirmou que, logo após terminarem a visita, se dirigiu à delegacia do município, mas, ao chegar lá, encontrou o prefeito, que estava prestando queixa-crime contra ele.

“Ele sabia que eu iria denunciar e se antecipou, foi antes para me denunciar e dizer que foi agredido”, disse. No entanto, o ex-gestor disse ao BNews que, mesmo na delegacia, na presença de policiais e autoridades, Wilson perdeu a cabeça e partiu para a agressão verbal, ameaçando, novamente, ele de morte.

“Eu registrei boletim de ocorrência e fiz questão que a ameaça constasse. Temos eleições no ano que vem e ele pode querer me tirar da disputa. Eu não tenho medo de morrer, mas amo a vida, minha família e meus amigos”, declarou. O ex-prefeito disse ao BNews que registrou em vídeos todas as agressões sofridas, mas ainda não pode divulgar as imagens, a pedido do Ministério Público.

Até o fechamento desta reportagem o prefeito Wilson Pedreira não havia se manifestado.

Print Friendly, PDF & Email