Início Gerais Camaçari – Professores realizam aulões preparatórios para alunos em Arembepe

Camaçari – Professores realizam aulões preparatórios para alunos em Arembepe

0
Foto: Kelvi Lima/PMC

O Colégio Municipal Professora Lídia Coelho Pinto, em Arembepe, Costa de Camaçari, vem recebendo aulões preparatórios, promovido pelos professores – em contraturno – onde estão beneficiando estudantes para aprovação em cursos do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia (IFBA).

Uma vez por semana, às sextas-feiras, os professores Elias Barbosa e Luís Cláudio Mata, de língua portuguesa e matemática, realizam o aulão para os alunos do 9º ano da unidade escolar. Ficam divididas em três partes as aulas, estas – formal, lúdica e com a inserção de novas tecnologias – qur conta também com a entrega de materiais de apoio.

O professor Elias falou sobre a importância se passar o conhecimento para a localidade. “A comunidade abraçou a ação. O nosso objetivo é fortalecer mais ainda a vontade, o crescimento intelectual e pessoal, que é fundamental para qualquer um”, disse.

“O foco é também estreitar as relações entre as áreas de conhecimento e que nosso aluno perceba que elas não estão isoladas entre si, elas se complementam, convergem para um mesmo caminho”, completou.

Foto: Kelvi Lima/PMC

Um dos estudantes aprovados através da ação foi Ricardo Lucas Calafange, 16 anos, foi aprovado no IFBA em 2017. Cursando eletrotécnica, ele falou sobre o projeto. “Me proporcionou um conhecimento amplo daquilo que tratava a prova e foi o que possibilitou o meu ingresso no Instituto Federal”, afirmou ele que, após concluir, deseja ingressar no curso de medicina.

Foto: Kelvi Lima/PMC

Adilza Oliveira, diretora da escola, afirmou que o projeto faz diferença na vida dos alunos. “Importância de ter oportunidade como outros da rede particular têm, de ingressar no IFBA, que a gente sabe que tem um diferencial na vida deles, a questão da escola técnica. Temos histórico de aprovação em todos os anos”. Cerca de 30 alunos já conseguiram passar na prova do Instituto.

Foto: Kelvi Lima/PMC

De forma voluntária, promovido pelos professores desde o ano de 2015 – a partir deste ano realizada através do Plano de Apoio Pedagógico (PAP) – com liberação de verba do governo municipal – em R$ 3 milhões. O plano contempla também outra atividade na escola, com alunos do 7º ano, um reforço escolar em dois dias da semana também no contraturno.

O aulão preparatório também é voltado para a prova do Sistema de Aprovação da Educação Básica (SAEB), a antiga Prova Brasil. A escola atende alunos do 6º ao 9º ano, são 642 alunos em dois turnos.

Print Friendly, PDF & Email