Início Destaque Camaçari – Prefeitura inicia plano de contingenciamento preventivo para proteção da Costa

Camaçari – Prefeitura inicia plano de contingenciamento preventivo para proteção da Costa

0
Foto: PMC

Representantes de Meio Ambiente e Turismo do estado e do município de Camaçari, Mata de São João e Conde, debateram sobre o Plano de Ação e Enfrentamento para as cidades litorâneas na Costa dos Coqueiros, atingidas pelas manchas de óleo. A reunião aconteceu na sede da Secretaria de Turismo de Camaçari (Setur), na quarta (9).

A reunião solicitada pela Prefeitura de Camaçari, após a identificação de pequenas manchas de óleo na areia das praias de Itacimirim e Guarajuba, estabelece para que o Plano contemple a limpeza de praias, proteção de rios e mangues.

Foto: PMC

A Prefeitura, por meio da Defesa Civil, Secretarias de Desenvolvimento Urbano e Turismo, vem monitorando as praias desde que soube do deslocamento da substância pelo litoral. O governo municipal fez a comunicação aos órgãos ambientais, Capitania dos Portos e Marinha, solicitando o acompanhamento e a orientação para limpeza e proteção de vida marinha.

“Embora Camaçari ainda não apresente grandes danos, estamos trabalhando preventivamente. Destacamos uma equipe composta por pessoas capacitadas e dedicadas para conduzir esse processo junto a outros municípios e órgãos ambientais, e gerar resultados que protejam a nossa Costa”, assegurou o prefeito Elinaldo Araújo.

O secretário Gilvan Souza, da Secretaria de Turismo, está dialogando com os municípios atingidos pela mancha e discutindo medidas para serem adotadas em conjunto.

“Estamos acompanhando a evolução do quadro e buscando auxílio para impedir a entrada do óleo nos rios e manguezais. Não foi possível conter os resíduos em mar aberto, mas vamos nos unir para dar uma resposta rápida e garantir a limpeza das praias e saúde da população”.

Foto: PMC

O posicionamento do município de se antecipar e discutir o problema regionalmente recebeu o apoio do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), que definiu, durante a reunião, ações imediatas para gerenciamento de crise.

“Estabelecemos aqui mutirões que os municípios se comprometeram a cumprir, com o nosso apoio. O Ibama distribuiu as orientações e equipe técnica para estar orientando. Serão mutirões de limpeza de praia e cada município precisa disponibilizar uma área de deposição de resíduos temporária. O Estado está tomando as providências necessárias para destinação final deste resíduo, não vai ficar no município. A gente está somando esforços, Estado, União e municípios, para dar conta dessa problemática”, diz a coordenadora de emergências ambientais, Ana Cacilda.

“Esse é um problema de toda a costa do Nordeste, primeiro estamos ouvindo outros municípios para saber o que está acontecendo para depois ajudá-los no que for preciso. É um esforço coletivo para resolver um evento que é inédito e nós estamos aprendendo juntos a combater”, explica o titular da pasta de Desenvolvimento Urbano (Sedur), Genival Seixas, que está acompanhando, através da coordenação de Meio Ambiente, a situação de outros Estados para elaborar um plano rápido de recomposição da saúde hídrica e ecossistema, caso a Costa de Camaçari sofra grandes impactos.

A movimentação das manchas começou a ser monitorada pela Defesa Civil de Camaçari antes de chegar na Bahia. Durante a triagem, os técnicos monitoraram a intensidade das manchas e a logística de outros municípios para fazer a proteção da vida marinha e o recolhimento dos resíduos.

“Essa decisão de fazer essa operação integrada tem uma importância imensa, porque não é um problema só de Camaçari, é um problema de outros municípios, é um problema da Costa dos Coqueiros”, ressalta o coordenador Ivanaldo Soares.

Print Friendly, PDF & Email