Início Destaque Casa do Benin sedia debate sobre literatura negra na formação infantil na...

Casa do Benin sedia debate sobre literatura negra na formação infantil na Flipelô

0

As Crianças Negras e a Literatura Infantil foi o tema da roda de conversa que reuniu dezenas de pessoas na tarde desta quinta-feira (9), na Casa do Benin, na Baixa dos Sapateiros, em Salvador. O evento fez parte da programação da Festa Literária Internacional do Pelourinho (Flipelô) e reuniu os escritores baianos Cássia Valle, Marcos Cajé e Davi Nunes.

No bate papo foram tratados temas como as dificuldades de se fazer literatura com abordagem negra para o público infantil e como estas obras impactam positivamente a vida das crianças que estão se reconhecendo enquanto indivíduos.

Para Marcos, que é mestre em História da África, os livros são instrumentos para inspirar o autoconhecimento, a representatividade e o empoderamento negro. “A literatura salva, libera e paras crianças tem um peso maior ainda”, destacou. Já a autora Cássia Valle, que é mestre em Preservação e Patrimônio Cultural, destacou como livros que ainda são usados em sala de aula são nocivos para a formação das crianças negras. Ela avaliou que é preciso repensar qual o tipo de literatura que os professores levam para as salas de aula pois eles podem afetar a autoestima das crianças e interferir na forma delas de se compreender e entender o mundo.

De acordo com o titular da Gerência de Equipamentos Culturais da Fundação Gregório de Mattos (FGM), Chicco Assis, a Casa do Benin tem uma relevância muito grande para a literatura e para a cultura negra em função de um diálogo entre Salvador e as áfricas e por estar localizada no coração do Centro Histórico.

Toda a programação da Casa do Benin tem um recorte da literatura negra. Até domingo, o espaço receberá diversas atividades, a exemplo da Oficina de Etnogastronomia, que acontece nesta sexta-feira (9), às 14h.

Print Friendly, PDF & Email