Início Política Lídice ficou surpresa com voto de Coronel sobre decretos de armas: ‘Acho...

Lídice ficou surpresa com voto de Coronel sobre decretos de armas: ‘Acho ruim, mas paciência’

0
Foto: Reprodução

A deputada federal e ex-senadora Lídice da Mata (PSB) disse que ficou surpresa com o voto do senador Angelo Coronel (PSD) a favor do decreto do presidente Jair Bolsonaro que facilitava o acesso à posse e ao porte de armas. Curtindo o São João do Pelourinho neste domingo (23), a parlamentar conversou com o Bahia Notícias sobre a votação, que acabou suspendendo o decreto com ajuda dos outros dois baianos na Câmara Alta, Otto Alencar (PSD) e Jaques Wagner (PT).

“Me surpreendi, não sabia o posicionamento dele, mas de qualquer forma cada um tem o direito de votar como quiser”, disse Lídice sobre Coronel. “Eu não sei se isso foi discutido na campanha, e não sei se ele fez algum compromisso, o fato de Rui [Costa, governador da Bahia] ter uma posição não quer dizer nada. Eu acho ruim, mas paciência, cada um tem sua opinião”, completou a deputada.

Lídice ainda comentou sobre a sua posição em relação ao decreto. “Eu sou uma defensora intransigente da paz, da luta contra o armamento. Não acho que exista nenhuma vantagem. Isso não tem a ver com a política de segurança pública, pelo contrário, todo os secretários de segurança pública que foram ouvidos em Brasília nas diversas reuniões que realizamos no Senado, quando eu era senadora, e agora, são unânimes em apelar para a posição de não ceder ao porte de armas. E mais, recentemente foi publicado um artigo de pelo menos uns 10 ex-ministros da Justiça, fazendo um apelo ao presidente da República para que ele desistisse dessa ideia. O que acontece é que o presidente fez campanhas e compromissos com segmentos, segmentos minoritários da população no caso das armas. Eu tenho confiança absoluta que o povo brasileiro não deseja o porte de armas”, concluiu a parlamentar.

Foto: Reprodução

Já Domingos  Leonelli , ex-secretário de Turismo do estado e atual secretário especial do PSB nacional, diz que não foi surpreendido com a posição de Coronel no Senado. “Não é nenhuma surpresa. Eu nem responsabilizo tanto o senador Angelo Coronel, porque ele não está lá pelos seus votos, ele está lá pela decisão de Rui Costa, Jaques Wagner e do Partido dos Trabalhadores, que decidiram colocá-lo lá. Deve ter sido para isso mesmo, com um pé no governo federal e outro no estadual”, alfinetou.

Print Friendly, PDF & Email