Início Destaque Segundo ex-ministros tem educação como “ameaça”

Segundo ex-ministros tem educação como “ameaça”

0
Foto: Reprodução

Em carta aberta coletiva, divulgada nesta hoje (04), seis ex-ministros da Educação dos governos Fernando Collor, Itamar Franco, Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff afirmam que a gestão do presidente Jair Bolsonaro, tem como uma “ameaça”. Eles criticam os cortes na área e manifestam preocupação com as políticas adotadas atualmente pelo governo federal.

Os seis ex-ministros se reuniram nesta hoje, no Instituto de Estudos Avançados da USP. Participaram do encontro José Goldenberg (governo Collor ), Murilo Hingerl ( Itamar ), Cristovam Buarque ( Lula ), Fernando Haddad (governos Lula e Dilma ), Aloizio Mercadante (Dilma) e Renato Janine Ribeiro (Dilma).

Na carta, os ex-ministros também manifestam “grande preocupação com as políticas para a educação adotadas na atual administração”. Dizem também que os contingenciamentos de recursos em áreas como Educação e Saúde “podem ter efeitos irreversíveis e até fatais”.

Afirmam ainda que o governo atua de forma “sectária, sem se preocupar com a melhoria da qualidade e da equidade do sistema, para assegurar a igualdade de oportunidade”.

 

Print Friendly, PDF & Email