Início Política Justiça do RJ nega pedido de Fabrício Queiroz para paralisar investigação do...

Justiça do RJ nega pedido de Fabrício Queiroz para paralisar investigação do MP

0
Foto: Reprodução (Reprodução/ Instagram/ Flávio Bolsonaro)

O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, negou o pedido espedido pela defesa de Fabrício Queiroz, ex-assessor de Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), para paralisar as investigações no gabinete de Flávio, quando ele ainda era deputado estadual. O desembargador Antonio Carlos do Nascimento Amado, da 3ª Câmara Criminal, negou o pedido de habeas corpos apresentado.

Em nota, a defesa de Fabrício Queiroz disse receber “com absoluta tranquilidade a informação” e que vai aguardar a vistoria do caso por “três desembargadores que certamente apresentarão a melhor solução”.

O Ministério Público do RJ considera ter indícios desvios, lavagem de dinheiro e organização criminosa no gabinete do deputado estadual Flávio Bolsonaro. A apuração tem por base o período de 2007 a 2018. O mesmo período que Fabrício Queiroz integrou a equipe do atual senador. A Justiça concedeu a quebra de sigilos de 86 pessoas e nove empresas.

Em nota, a defesa de Fabrício Queiroz declarou que “recebe com absoluta tranquilidade a informação de que a liminar no Habeas Corpus foi negada, uma vez que esta primeira avaliação é realizada de forma inicial e continua confiante de que a questão será avaliada por três desembargadores que certamente apresentarão a melhor solução e dentro dos critérios de justiça que sempre nortearam seus julgamentos”.

Print Friendly, PDF & Email