Início Destaque SFC – Amarildo sai do PT e pode “tomar” a presidência do...

SFC – Amarildo sai do PT e pode “tomar” a presidência do PSD ou PSB na cidade visando 2020

0
Foto: Divulgação

O secretário de Serviços Públicos de São Francisco do Conde, Amarildo Guedes, assinou o termo de desfiliaçãodo partido dos Trabalhadores (PT), fato que aconteceu na tarde de ontem. Segundo apurado pelo Bahia Política, Amarildo Guedes tem interesse em disputar as eleições 2020 e já está articulando sua pré-campanha, barganhando lideranças locais insatisfeitas com a gestão do atual prefeito Evandro Almeida (PP). No mesmo partido que Amarildo fazia parte, o atual vice-prefeito Nem do Caípe continua na legenda, capengando em busca do apoio dos deputados Rosemberg e Solla.

Ainda não foi divulgado qual partido Amarildo deve desembarcar, más se comenta no meio político da cidade que o mesmo tem tentado ir pra o comando do PSD ou PSB na cidade de São Francisco do Conde, não saindo da base do prefeito Evandro e quem sabe sabe ser o vice de Calmon, já quem Nem do Caípe não tem crescido em pesquisas internas feitas por diferentes grupos políticos da cidade. Antonio Calmon (DEM), tem “engolido”politicamente o ex-vereador.

Calmon, hoje é o candidato que mais tem crescido no município, caminha praticamente só e não está tendo uma rejeição alta como a do atual vice-prefeito. Fontes do Bahia Políticia confirmaram que o ex-prefeito conta com o apoio nos bastidores de três vereadores da cidade, uma articulação feita pelo vereador e seu fiel amigo, Reizinho.

Ao site Bocão News, Amarildo Guedes fez a seguinte declaração; “Sou um dos possíveis, ligados à administração que tem intenção […] tem a ver com acomodação melhor. Estou desde 2015, mas nunca tive relação forte com o partido. Fui para o PT por uma conjuntura do prefeito. Não sou secretário por indicação do partido. Sou ligado politicamente ao prefeito, que é meu amigo”, disse Amarildo.

Mesmo tendo descartado disputar uma cadeira na câmara de vereadores em 2020 como prêmio de consolação, pessoas ligadas a ele garantiu ao Bahia Política que, se Amarildo não fizer parte da chapa majoritária, ele vai sim disputar sim uma cadeira de vereador, o que preocupa bastante quem já está no mandato. A produção do BP tentou falar com Amarildo Gusdes, más o celular dele estava desligado até o fechamento desta matéria.

Acompanhe essa notícia aqui nosso instagram 

Print Friendly, PDF & Email