Início Destaque Desembargador é encontrado morto no apartamento

Desembargador é encontrado morto no apartamento

0
Foto: Reprodução

O desembargador do Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR) Carlos Eduardo Andersen Espínola foi encontrado morto por volta das 14h deste domingo (18) em seu apartamento no bairro Alto da Glória, em Curitiba. A informação foi confirmada ao G1 pela Polícia Militar.

De acordo com a publicação, o TJ-PR informou que o desembargador tinha 70 anos e foi promovido ao cargo pelo critério de antiguidade em agosto de 2012. Ele ingressou na magistratura paranaense após concurso público, sendo nomeado no dia 29 de dezembro de 1986 juiz substituto da comarca de Paranavaí.

Em 20 de dezembro de 1988 ele foi nomeado juiz de direito e exerceu a função nas comarcas de Salto do Lontra, Paranacity, Paranavaí e Curitiba.

Carlos Eduardo Espínola se formou em direito pela Faculdade de Direito de Curitiba, em 1972. Foi aluno da 1ª Turma (pioneira) da Escola da Magistratura do Paraná (1983/1984).

Print Friendly, PDF & Email

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.