Início Notícias São Francisco do Conde – Robson Portugal é traído pela língua

São Francisco do Conde – Robson Portugal é traído pela língua

0

Em meio à sua calorosa argumentação em defesa da integridade e honra do vereador Mário Nogueira e da prefeita Rilza Valentim – ambos petistas -, o vereador Robson Portugal (PP), falou demais: “(…) todos nós vereadores já sabíamos, já tínhamos recebido cópia do cheque; então por que agora essa investigação?”. Enquanto o empolgado vereador era ‘fuzilado’ com olhares, Messias Antonio (PMDB), deu um conselho subliminar. “Vossa excelência tome cuidado com o que vossa excelência fala”, alertou.

O cheque em questão é o citado na entrevista do comerciante Carlos Rogério. Ele conta que outro comerciante de prenome “Dito”, teria recebido como indenização um cheque no valor de R$ 40.000 mil, porém, na hora de receber, foi constatado que a ordem de pagamento havia sido sustada. Ou seja, mais um que ficou ‘a ver navios’.

Afirmando que “o microfone é um bicho perigoso”, o vereador Luiz de Campinas (PT), também censurou o colega devido ao excesso de empolgação, e foi além ao desmenti-lo. “Não vi e tenho raiva de quem viu esse cheque”, declarou, arrancando risos da platéia, inclusive da ‘tropa de choque’ governista. Em seguida, para não gerar mal estar, Luiz de Campinas atenuou dizendo que se houve a apresentação da cópia do cheque na Câmara, ele estava de licença.

Print Friendly, PDF & Email

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.