Início Artigos Helio Defaria escreve – Coisas da Política: O desespero de uma Prefeita!

Helio Defaria escreve – Coisas da Política: O desespero de uma Prefeita!

0
COMPARTILHAR
Print Friendly, PDF & Email

Todos sabem que uma cidade tem que ser administrada através de um orçamento aprovado pela Câmara Municipal, e, que após a aprovação, o gestor não pode interferir em três itens: Saúde, Educação e na verba que e destinada para a folha de pagamento dos funcionários, verba esta, calculada pela equipe da prefeitura, que sabe de antemão o quanto será necessário para pagar a folha de pagamento no decorrer do ano.

Podemos garantir, não só eu, mas qualquer pessoa, se por acaso houver uma falha no calculo do orçamento, e, a verba informada não conseguir atingir o pagamento de todos os funcionários no decorrer do ano, poderá ter acontecido diversas hipóteses; erro de calculo, contratação indevida, super faturamento de salários (amigo do rei), remanejamento (proibido por lei) ou desvio para fins pessoais, mas nunca, em hipótese alguma, uma interferência da Câmara dos Vereadores irá prejudicar ao não pagamento de uma folha salarial.

A Câmara dos Vereadores sempre autoriza ao Executivo suplementações orçamentárias no decorrer do ano, mas sempre após uma prestação de contas dos meses anteriores, mas, quando o gestor não divulga esse balancete, é porque a saúde do orçamento esta estável, e não tem motivos para pedir uma suplementação.

Mas, quando a chefe do executivo no apagar das luzes do mês de dezembro solicita 10% de suplementação do orçamento sem informar o motivo, sem prestar contas nos onze meses de governo, o vereador fica com a pulga atrás da orelha, pergunta (como e de sua obrigação), o destino dessa suplementação, e não consegue uma resposta, ele tem todo o direito de negar, como aconteceu no mês passado.

Seria mais fácil e honesto, a gestora informar o motivo do pedido da suplementação, ao invés de ficar omissa, e depois jogar os funcionários da prefeitura contra os vereadores alegando que o pagamento da folha salarial do mês de dezembro de 2017, não foi efetuado por culpa deles.

Prefeita por favor, todas as pessoas que conseguem acessar um computador, sabem descobrir o que esta acontecendo na contabilidade da prefeitura, a Lei da Transparência funciona, os dados da prefeitura estão lançados em órgãos oficiais fiscalizadores, mentira tem perna curta, a senhora pode enganar a todos por algum tempo, pode enganar alguns por todo o tempo, mas não pode enganar a todos todo o tempo.

 Quem viver verá!!
Jornalista/ Editor do Jacuípe Notícias

*Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

O BAHIA POLÍTICA não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos freqüentadores de nenhum produto interativo. O conteúdo publicado por visitantes nas categorias de notícias ou canais de produtos interativos não é revisado ou fiscalizado pelo BAHIA POLÍTICA.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here